You are here

Cade aprova joint venture entre Dreyfus, Amaggi e Green Net | EXAME.com

A joint venture atuará na área de pagamentos eletrônicos de frete rodoviário

Por
Roberto Samora, da Reuters

access_time

29 jun 2017, 09h16

São Paulo – A Superintendência-geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) decidiu pela aprovação sem restrições de uma operação para a formação de uma joint venture entre as companhias de commodities Louis Dreyfus Company Brasil, Amaggi Exportação e Importação e Green Net Administradora de Cartão, na área de pagamentos eletrônicos de frete rodoviário.

Pela operação, a Amaggi, da família do ministro Blairo Maggi, e a multinacional Dreyfus devem adquirir participação societária indireta na Green Net, atualmente controlada pelo Grupo Green Net, e cada companhia terá 33,3 por cento na nova empresa.

Conforme documento do Cade, a Dreyfus e a Amaggi identificam uma oportunidade no negócio devido a suas demandas de transporte de cargas. Com o acordo, a Green Net vê oportunidade de expansão das atividades.

As empresas argumentam que a operação criará uma pequena integração vertical entre as atividades da Amaggi, Dreyfus e Green Net no Brasil.

As duas companhias de commodities já são clientes da Green Net e não atuam diretamente no transporte rodoviário, segundo o documento.

A Dreyfus realiza o transporte de toda sua produção por meio de contratos com terceiros e já contrata com a Green Net ou outras empresas, para realizar o pagamento eletrônico do frete. O mesmo ocorre com o grupo Amaggi.

Source

Related posts

Leave a Comment