You are here

Brasil vence Honduras e pega a Alemanha nas quartas do Mundial Sub-17

Sem muita dificuldade, o Brasil confirmou o favoritismo nesta quarta-feira e derrotou Honduras por 3 a 0, em Kochi, na Índia, em duelo válido pelas oitavas de final do Mundial Sub-17. Brenner, do São Paulo, duas vezes, e Marcos Antonio, do Atlético Paranaense, marcaram os gols. Destaque ainda para as boas atuações de Paulinho, do Vasco, e Alan, do Palmeiras.

O resultado assegurou um aguardo duelo nas quartas de final do Mundial: o Brasil desafia a poderosa Alemanha, que massacrou a Colômbia nas oitavas, por 4 a 0. O duelo será disputado no domingo, às 12h30 (de Brasília), em Calcutá.

Se o Brasil vinha de uma campanha impecável na primeira fase, com vitórias sobre Espanha, Coreia do Norte e Níger, Honduras fora apenas a terceira de sua chave. Embora tenha goleado a fraca seleção de Nova Caledônia por 5 a 0, foi massacrada por Japão (6 a 1) e França (5 a 1).

Esperava-se, assim, que a equipe brasileira não encontrasse qualquer dificuldade nesta quarta. E, de fato, o time comandando por Carlos Amadeu abriu o placar logo no início, mas apresentou certa apatia após o gol e teve mais dificuldades do que o esperado na etapa inicial.

E o primeiro gol, aliás, foi irregular. Alan fez boa jogada, tabelou com Wesley e cruzou rasteiro para Brenner abrir o placar O atacante do São Paulo estava ligeiramente impedido, mas a arbitragem nada marcou.

Depois do gol, contudo, a seleção se desligou do jogo. Diminuiu o ritmo, pouco criou e ainda viu Honduras acertar um chute na trave, com Palma, aos 32. O lance ocorreu após erro na saída de bola brasileira.

A displicência parecia que complicaria o jogo ao Brasil. Mas, aos 43, após tabela com Alan, Paulinho deu belo passe, Marcos Antonio recebeu sozinho na área e bateu no canto para marcar o segundo.

O lance praticamente definiu o duelo. Honduras recuou ainda mais e, aos dez, após amplo domínio brasileiro no início do segundo tempo, Wesley deu belo chapéu dentro da área e errou o chute, mas Brenner aproveitou a sobra para fazer o terceiro da seleção – e o seu terceiro no Mundial.

A partir daí, o Brasil controlou o ritmo, tocando a bola e evitando que Honduras mantivesse a posse. O adversário, ainda assim, ameaçou em chutes de fora da área e até acertou a trave novamente. Com o placar dominado, porém, os atletas brasileiros mantiveram o controle e se garantiram nas quartas para enfrentar a Alemanha.

Ainda nesta quarta-feira, a seleção de Gana confirmou o favoritismo, derrotou Níger por 2 a 0 e também se classificou às quartas. Seu próximo adversário será Mali, que goleou o Iraque por 5 a 1.

Source

Related posts

Leave a Comment