You are here

Botafogo e Grêmio de olho na semifinal da Copa Libertadores

Botafogo e Grêmio iniciam nesta terça-feira (13) o duelo brasileiro por uma vaga nas semifinais da Copa Libertadores. A partida está marcada para as 21h45, no estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro.

No lado botafoguense, a equipe ganhou uma injeção de ânimo após a vitória por 2 a 0 sobre o Flamengo no último domingo, pelo Campeonato Brasileiro. Além dos três pontos – que deixam a equipe de Jair Ventura na briga por uma vaga na Libertadores do ano que vem –, o time mostrou domínio absoluto sobre o rival, o que eleva a confiança do elenco e da torcida para um bom resultado nesta noite.

Titulares antes de deixarem a equipe por lesão, Carli, João Paulo, Marcos Vinícius e Rodrigo Lindoso já estão à disposição de Jair Ventura para o confronto diante do tricolor gaúcho. No entanto, o comandante alvinegro faz mistério quanto aos 11 atletas que começam a partida.

Por outro lado, o Botafogo terá um importante desfalque para o restante da temporada. Trata-se do meia-atacante Leandrinho, que sofreu uma lesão no ligamento cruzado do joelho direito e só retornará aos gramados no próximo ano.

“O meia (Leandrinho) sofreu lesão no cruzado do joelho e vai precisar operar. O Botafogo e toda sua torcida desejam uma boa recuperação”, informou o clube carioca em suas redes sociais.

O jogador de apenas 20 anos sofreu a grave contusão no último domingo, no triunfo sobre o Flamengo, ao entrar em uma forte dividida com Cuellar no fim do primeiro tempo. Depois de passar por exames, ele foi diagnosticado com uma lesão no ligamento e passará por uma cirurgia.

Problemas. Não bastassem as baixas de Maicon, Miller Bolaños, Lincoln, Pedro Rocha e Michel, a eliminação (ainda má digerida) para o Cruzeiro na Copa do Brasil e a derrota para o Vasco na última rodada do Brasileirão, o Grêmio ainda terá que driblar mais um grande problema para o jogo desta noite diante do Botafogo.

Com um edema na coxa direita, o meia-atacante Luan está praticamente vetado para o duelo. Desde a última quinta-feira, o jogador está em tratamento intensivo para tentar se recuperar e entrar em campo. O meia-atacante viajou com o grupo para o Rio de Janeiro, seguiu o tratamento, mas não deve reunir condições para entrar em campo.

No clube, há um consenso de que não há necessidade de forçar a escalação do atleta em um período tão curto de recuperação e próximo ao jogo da volta, na próxima semana.

Sem Luan, o Grêmio perde em criatividade e técnica no setor. O técnico Renato Gaúcho já falou abertamente que o meia-atacante é o único jogador do elenco sem um substituto. Assim como Jair Ventura, o treinador do tricolor gaúcho também faz mistério com o time que vai iniciar o duelo. (Com agências)

Santos vai ao Equador com moral em alta após clássico

O Santos chega com moral elevado para o jogo desta terça-feira (13) contra o Barcelona, em Guayaquil, no Equador, pela rodada de ida das quartas de final da Copa Libertadores. Venceu com autoridade o clássico contra o Corinthians pelo Campeonato Brasileiro e está invicto há 16 partidas. O time está embalado, apesar de o técnico Levir Culpi preferir andar na contramão em relação aos colegas. Ele escala sempre a melhor formação que tem à disposição e só poupa atletas ocasionalmente.

Nesta terça-feira (13), em Guayaquil, Levir Culpi precisará escalar dois reservas por contusão de titulares – o zagueiro Gustavo Henrique e o atacante Copete. O técnico deverá escalar Thiago Ribeiro, que substituiu o colombiano durante o clássico com o Corinthians, e David Braz.

O Santos é a única equipe invicta na atual edição da Libertadores, e o treinador e os jogadores entendem que pelo menos manter essa condição no jogo no Equador é importante, até para dar mais tranquilidade para o confronto de volta, marcado para o próximo dia 20, na Vila Belmiro.

Argentinos. A quarta-feira também será de duelo argentino nas quartas de final da Libertadores, com o confronto entre San Lorenzo e Lanús. A partida acontece às 19h15 (horário de Brasília), no Nuevo Gasómetro, campo do San Lorenzo, em Buenos Aires. O jogo da volta será na próxima quinta-feira, em Lanús.

Distintos. Surpresa das quartas de final, o Jorge Wilstermann, algoz do Atlético na fase anterior, recebe nesta quinta-feira (14) o River Plate em Cochabamba, na Bolívia. O duelo está marcado para as 21h45 (de Brasília). Tricampeão da Libertadores, o River fará o jogo da volta na próxima quinta, no Monumental de Núñez.

Chaveamento. As semifinais podem reunir confrontos entre brasileiros, de um lado, e argentinos, do outro. Um brasileiro (Botafogo ou Grêmio) já está garantido na próxima fase, assim como um argentino – San Lorenzo ou Lanús. Cabe a River Plate e Santos confirmarem suas vagas e, assim, garantir final Brasil x Argentina.

Source

Related posts

Leave a Comment