You are here

Bentley Bentayga ganha V8 do Porsche Cayenne Turbo

Lançado em 2015, o Bentley Bentayga apresentou-se como o mais rápido SUV do mundo — já destronado pelo Lamborghini Urus — , capaz de atingir os 301 km/h de velocidade máxima, cortesia do seu W12 de 6.0 litros e dois turbos, capaz de 608 cv de potência e 900 Nm de binário. Um ano mais tarde, surgiu uma opção Diesel; um possante V8 com 4.0 litros e 435 cv e idênticos 900 Nm, com consumos mais convidativos que o W12.

Bentley Bentayga

V8 novo, mas conhecido

O Bentley Bentayga ganha, agora, uma nova motorização V8 a gasolina, que se posiciona praticamente a meio das duas existentes. Tem 4.0 litros de capacidade, dois turbos, e debita 550 cv e 770 Nm — números bastante respeitáveis, e está acoplado a uma transmissão automática de oito velocidades.

Se o motor e os valores por ele debitados parecem familiares é porque coincidem exatamente com os apresentados pelos Porsche Cayenne e Panamera Turbo — trata-se exatamente do mesmo motor.

Bentley Bentayga

O novo motor V8 é capaz de lançar o Bentayga até aos 100 km/h em apenas 4,5 segundos e atingir uma velocidade máxima de 290 km/h — praticamente a meio dos 4,1 segundos e 301 km/h e dos 4,8 segundos e os 270 km/h do W12 e V8 Diesel, respetivamente. Números de respeito considerando os 2395 kg que pesa (cinco lugares) — e trata-se do Bentayga mais leve. O W12 pesa 2440 kg e o Diesel cerca de 2511 kg, também para a versão de cinco lugares.

O V8 destaca-se também por permitir desativar metade dos cilindros, em certas circunstâncias, de modo a poupar combustível. Mesmo assim, considerando os números do motor, e o peso do Bentayga, os consumos combinados anunciados, por norma otimistas, não são “famosos”: 11,4 l/100km e emissões de 260 g/km de CO2.

Mais opções

De resto, o V8 não se destaca muito do mais possante W12. As pinças de travão estão a vermelho, recebe jantes de 22″ de novo desenho, escapes diferentes e uma grelha com preenchimento distinto. O Bentley Bentayga V8 também pode, em opção, receber discos em carbono-cerâmica — atualmente, os maiores do mundo, com 17,3″ de diâmetro ou 44 cm(!).

No interior, destaca-se um novo volante em pele e madeira, assim como um novo acabamento para as portas, consola central e painel de instrumentos em fibra de carbono brilhante. Também surge um novo tom de pele — Cricket ball, ou tom semelhante ao da castanha. Opções que acabarão por ser alargadas à restante gama.

O Bentley Bentayga não esgota no V8 a adição de novas motorizações. A próxima deverá ser conhecida já no próximo Salão de Genebra e promete ser a mais “verde”. Trata-se de uma motorização híbrida plug-in, a mesma que equipa o Porsche Panamera E-Hybrid. Ou seja, um V6 de 2.9 litros, que em conjugação com o motor elétrico é capaz de debitar 462 cv e permite, no Panamera, uma autonomia elétrica de até 50 km.

Bentley Bentayga

Source

Related posts