You are here

Aumenta a incidência de malária em Boa Vista: último trimestre de 2017 teve 15 casos

A prefeitura de Boa vista, Roraima, registrou aumento de casos de malária na cidade e tem orientado a população para evitar o contato com o mosquito transmissor da doença.

 

Dados da Vigilância em Saúde da capital apontam que, no último trimestre de 2017, foram notificados 15 casos de malária em área urbana, tendo como local de provável infecção a praia da Polar.

 

Fora da área urbana, balneários como Água Boa também possuem registros de transmissão.

 

A Unidade de Vigilância e Controle de Zoonoses da prefeitura já realiza medidas de controle vetorial, além da nebulização espacial e a borrifação residual nas residências próximas ao rio Cauamé.

 

A orientação é que as pessoas evitem frequentar lagos, rios, igarapés e outros locais próximos a águas limpas e sombreadas no horário de seis da tarde e sete da manhã.

 

Se aparecerem os primeiros sintomas da malária, como febre alta, calafrios e dores de cabeça (em períodos alternados) é importante procurar a unidade básica de saúde para o diagnóstico e início do tratamento.

Source

Related posts