You are here

Astronautas francês e russo voltam à Terra após 200 dias no Espaço | Ciência e Saúde

Cosmonauta russo Oleg Novitskiy e astronauta francês Thomas Pesquet pousaram em área remota do Cazaquistão.

 Cosmonauta russo Oleg Novitskiy e astronauta francês Thomas Pesquet descansam após pouso em área remota do Cazaquistão  (Foto: SHAMIL ZHUMATOV / POOL / AFP) Cosmonauta russo Oleg Novitskiy e astronauta francês Thomas Pesquet descansam após pouso em área remota do Cazaquistão  (Foto: SHAMIL ZHUMATOV / POOL / AFP)

Cosmonauta russo Oleg Novitskiy e astronauta francês Thomas Pesquet descansam após pouso em área remota do Cazaquistão (Foto: SHAMIL ZHUMATOV / POOL / AFP)

O astronauta francês Thomas Pesquet e o russo Oleg Novitski retornaram nesta sexta-feira (2) à Terra após passarem 200 dias na Estação Espacial Internacional (ISS).

Pesquet e Novitski se despediram nesta sexta-feira dos dois astronautas – um americano e um russo – que ficaram na ISS, a 400 km da Terra, e foram para a nave Soyuz MS-03, a mesma que os levou ao Espaço na noite de 17 de novembro.

“Vou sentir falta” da ISS, tuitou Pesquet, que falou desta experiência como “a aventura mais intensa” de sua vida. O desacoplamento da Soyuz da ISS aconteceu às 10h50 GMT (07h50 de Brasília).

“O desacoplamento aconteceu no horário previsto”, indicou à AFP o Centro de Controle de voos espaciais. Segundo imagens ao vivo da Agência Espacial Europeia, a nave se afastava da ISS em direção à Terra.

 Astronauta Thomas Pesquet (dir.) e cosmotauta Oleg Novitsky (esq.) dentro da Soyuz MS-03 acoplada à estação espacial antes do retorno à Terra (Foto: EUROPEAN SPACE AGENCY / AFP ) Astronauta Thomas Pesquet (dir.) e cosmotauta Oleg Novitsky (esq.) dentro da Soyuz MS-03 acoplada à estação espacial antes do retorno à Terra (Foto: EUROPEAN SPACE AGENCY / AFP )

Astronauta Thomas Pesquet (dir.) e cosmotauta Oleg Novitsky (esq.) dentro da Soyuz MS-03 acoplada à estação espacial antes do retorno à Terra (Foto: EUROPEAN SPACE AGENCY / AFP )

Os dois astronautas necessitaram de três horas e vinte minutos para “descer” à Terra, chegando às 14h10 GMT (11h10 de Brasília), no Cazaquistão.

Duas horas e meia depois do desacoplamento da ISS, os motores principais foram ativados durante pouco menos de cinco minutos para a manobra de “desorbitação”, segundo a Agência Espacial Europeia. Isso permitirá que a Soyuz inicie sua descida.

O módulo com os dois astronautas enfrentou temperaturas de até 1.600ºC devido ao atrito da atmosfera com o escudo térmico.

Depois de seis meses e meio sem gravidade, os astronautas sentiram seu peso quadruplicar durante a desaceleração.

As naves Soyuz são o único meio para transportar tripulações à ISS.

Source

Related posts

Leave a Comment