You are here

Alemanha, França e Itália afirmam que Acordo de Paris ‘não pode ser renegociado’ | Natureza

Emmanuel Macron afirmou que ‘não há plano B’ para tratado climático.

Os chefes de Estado e de governo da Alemanha, França e Itália lamentaram, em uma declaração conjunta, a saída dos Estados Unidos do Acordo de Paris sobre o clima e afirmaram que este “não é renegociável”.

“Lamentamos a decisão dos Estados Unidos”, dizem no comunicado. “Estamos firmemente convencidos de que o acordo não pode ser renegociado”, na medida em que representa um “instrumento vital para nosso planeta, nossas sociedades e nossas economias”, acrescentaram.

Trump disse nesta quinta-feira que queria negociar um “novo acordo” ou renegociar o de Paris.

“Consideramos que sua dinâmica é irreversível” e que oferece “oportunidades consideráveis para a prosperidade e o crescimento, em nossos países e em nível global”, insisnãhtiram os três líderes.

Macron discursa após anúncio dos EUA  (Foto: LCI / AFP)Macron discursa após anúncio dos EUA  (Foto: LCI / AFP)

Macron discursa após anúncio dos EUA (Foto: LCI / AFP)

O presidente da França, Emmanuel Macron, falou também individualmente e afirmou nesta quinta-feira (1º) que o Acordo de Paris “não será renegociado” e que “não há plano B para as mudanças climáticas”.

“Estados Unidos e França continuarão trabalhando juntos, mas não sobre a questão do clima”, acrescentou o presidente francês em uma ligação telefônica de cinco minutos com Trump, de acordo com a agência Reuters.

Macron ainda chamou cientistas e pesquisadores americanos para trabalhar na França e combater as mudanças do clima.

O Acordo de Paris foi firmado em 2015, com o apoio de 195 países e com liderança francesa. Trump anunciou a saída do Acordo de Paris no fim da tarde desta quinta, mas prometeu negociar um retorno ou um novo acordo climático em termos que considere mais justos para os americanos. Ele disse que o atual documento traz desvantagens para os EUA para beneficiar outros países, e prometeu interromper a implementação de tudo que for legalmente possível imediatamente.

“Para cumprir o meu dever solene de proteger os Estados Unidos e os seus cidadãos, os Estados Unidos vão se retirar do acordo climático de Paris, mas iniciam as negociações para voltar a entrar no acordo de Paris ou em uma transação inteiramente nova em termos justos para os Estados Unidos, suas empresas, seus trabalhadores, suas pessoas, seus contribuintes “, disse Trump.

Source

Related posts

Leave a Comment