You are here

Alckmin diz não ter ‘pretensão’ de ser candidato do governo Temer

O pré-candidato à Presidência e governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), afirmou não ter “pretensão” de ser o candidato do governo Temer. Nesta 3ª feira (20.fev.2018), Alckmin reforçou que o PSDB lançará nome ao Planalto, e que o MDB é “outro partido”. Temer é mais próximo do rival tucano de Alckmin, João Doria.

“Eu não tenho essa pretensão”, declarou Alckmin após ser perguntado por jornalistas se ficaria mais difícil de ele ser o candidato do governo. O tucano compareceu na noite desta 3ª feira à posse da diretoria da FPA (Frente Parlamentar Agropecuária), os ruralistas. Temer é mais próximo de João Doria, que é uma ameaça a Alckmin na corrida ao Planalto. Ele tem melhor desempenho em pesquisas eleitorais do que os candidatos da base aliada de Temer.

Temer também iria na posse, mas cancelou o compromisso de última hora. Foi para São Paulo e está em sua casa na capital paulista. Estão em curso articulações para definir o ministro do novo ministério da Segurança Pública.

O presidente enviou uma mensagem no meio do jantar, que foi lida pelo mestre de cerimônia em 30 segundos. Temer se restringiu a cumprimentar a nova presidente da FPA, deputada Tereza Cristina.

“O PSDB terá candidato a presidente. MDB é 1 outro partido e nós respeitamos. O presidente tem todo o direito de ser candidato. Essa é uma decisão dele, pessoal e do seu partido”, disse Alckmin.

Os candidatos apresentados como governistas têm índices incipientes de intenção de voto. Estão na margem de erro das pesquisas. São eles, além de Temer: o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles (PSD), e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia.

Continuar lendo

Source

Related posts