You are here

Advogado de Trump comprou silêncio de atriz pornô, diz jornal

Um advogado do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, teria pagado US$ 130 mil para comprar o silêncio de uma atriz pornô, Stephanie Clifford, com quem o republicano teria tido relações sexuais.

A denúncia foi publicada pelo diário “The Wall Street Journal”, que afirma que o acordo foi fechado por Michael Cohen, advogado de Trump, em outubro de 2016, um mês antes das eleições que o levariam à Casa Branca. O jornal cita fontes “próximas do episódio”.

Clifford, que usa o nome artístico de “Stormy Daniels”, dissera em conversas privadas que havia feito sexo com o magnata em julho de 2006, após encontrá-lo em um torneio de golfe para celebridades no lago Tahoe, em Nevada.

Na época, Trump já era casado com Melania havia mais de um ano.

As revelações fizeram o advogado procurar Clifford para comprar seu silêncio, mas o “Wall Street Journal” afirma que não se sabe se o magnata estava ciente do pagamento.

“Isso são notícias velhas e recicladas, que já foram intensamente publicadas e negadas antes das eleições”, disse ao jornal um porta-voz da Casa Branca, se negando a responder sobre o suposto acordo com a atriz pornô.

Já o advogado enviou ao diário um email assinado por “Stormy Daniels”, negando que ela tenha tido relações sexuais com Trump.

“Os rumores de que eu recebi dinheiro de Donald Trump são completamente falsos”, acrescentou a atriz.

O acordo teria ocorrido no período em que surgiam denúncias atrás de denúncias sobre supostos comportamentos inadequados do então candidato em relação a mulheres, inclusive de assédio sexual. Clifford estrelou cerca de 150 filmes adultos e era uma estrela do setor na época da suposta relação com o magnata.

Ansa - Brasil
  

Source

Related posts