You are here

advogada passa mal em corrida de rua e morre

A advogada Taíse Bertoncello, de 24 anos, sofreu um mal súbito durante uma prova de 7 quilômetros, no evento Cuiabá Night Run, realizado na noite deste sábado (17), e acabou falecendo.

De acordo com testemunhas, a região estava fazendo um calor de 33° e ela corria em ritmo intenso durante a maratona. Taíse faltava pouco menos de 2 km para concluir a prova. As informações preliminares dão conta que ela tenha sofrido uma parada cardíaca.

“Ela aumentou muito a velocidade na reta final. E caiu perto da linha de chegada, batendo a cabeça no chão. Pelos comentários, ela teve uma parada cardíaca dentro da ambulância e tentaram reanimá-la com massagem cardíaca e outros procedimentos. Em seguida, ela foi levada para uma UPA nas proximidade, mas chegou morta”, descreveu um atleta que presenciou o momento em que Taíse caiu no chão.

O organizador da prova afirmou que todas as providências nos procedimento foram tomados. Ela foi encaminhada por uma equipe de socorro a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Morada do Ouro, mas já chegou sem vida. A prova era realizada nas imediações do Parque das Águas.

Taíse era servidora da Prefeitura de Cuiabá e também fazia parte de um time de futebol feminino da OAB. A prefeitura disse em nota que lamenta o ocorrido. A Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Mato Grosso (OAB-MT) também lamentou. O corpo da advogada deve ser velado na cidade de Juara, que fica a 690 km de Cuiabá, e onde mora sua família. Não foi informado onde e quando será realizado o enterro. Até o fim da madrugada desde domingo, o corpo não havia sido liberado pelo IML.



Source

Related posts