You are here

“Uma dor sem explicação”, diz esposa de esteticista morta após cirurgia plástica :: Notícias de MT

Simone Bueno, esposa da esteticista Edléia Daniele Ferreira Lira, que morreu no último domingo (13) após ser submetida a uma cirurgia plástica no Hospital Militar, se manifestou sobre o caso. Em seu perfil nas redes sociais, Simone homenageou a esposa e disse que ainda sente muito a dor da perda. As duas moravam juntas com a filha pequena de Daniele.

Leia mais:
Mulher que morreu após plástica esperou cerca de uma hora por avaliação de médico

 

“Uma dor sem explicação, o sorriso mais lindo do mundo, o amor mais verdadeiro, a intensidade que vivemos, você me ensinou ser alguém melhor, você me tornou uma outra pessoa”, diz a esposa.

Daniele e Simone se casaram em setembro do ano passado. A esteticista já tinha uma filha pequena, que morava com elas. Simone estava com a esposa no dia da cirurgia.

No boletim de ocorrências registrado por ela no dia da morte, é narrado que Daniele retornou para seu quarto com os dedos brancos e sangramento nas costas. Ela ainda disse que teve que deixar um cheque caução no valor de R$ 17,5 mil antes que sua esposa fosse transferida para uma UTI.

“Você foi o amor mais verdadeiro que eu tive em minha vida, você me amou de uma forma tão linda e verdadeira, um amor recíproco. Eu fui uma pessoa sortuda por se amada por você e por ter seu amor para mim, obrigada por ter sido a esposa que eu sempre sonhei na vida, que me ensinou muitas coisas, por me apoiar em tudo e sempre estar do meu lado, obrigada. O momento em que vivemos juntas você me fez a pessoa mais feliz desse mundo e realizada em tudo. O sentimento que estou sentindo nem consigo explicar, dói muito!”.

Nos comentários da postagem, feita no final da manhã de ontem (15) no Instagram e Facebook, os amigos também lamentam a perda. A publicação já atingiu mais de 620 curtidas.

 
O caso

 

A cuiabana Edléia Daniele Ferreira Lira, de 33 anos, Daniele Bueno nas redes sociais, faleceu neste domingo (13) após ser submetida a um procedimento de cirurgia plástica no Hospital Militar em Cuiabá. Ela foi encaminhada ao Hospital Sotrauma após passar mal e não resistiu. Ela era casada e tinha uma filha pequena.

 

Na última sexta-feira (11), Daniele havia feito uma postagem em um grupo de mamoplastia no Facebook dizendo que iria operar pelo Programa Plástica para Todos.

 

O Programa Plástica para Todos é recente em Cuiabá e sua divulgação acontece em um grupo fechado do Facebook, com mais de 7 mil mulheres. O nome dos médicos da equipe do programa, que realizaram o procedimento, ainda não foram divulgados.

Source

Related posts